Nova S-Works Epic com SRAM XX1 Eagle AXS™

Nova S-Works Epic com SRAM XX1 Eagle AXS™

Com mais Campeonatos do Mundo, medalhas Olímpicas e vitórias no Cape Epic do que podemos contar, a S-Works Epic é verdadeiramente a bicicleta de XC mais rápida do planeta. Agora, fizemo-la ainda mais rápida com o sistema de transmissão eletrónico sem fios SRAM XX1 Eagle AXS. Sob a força da pedalada, nas piores condições… cada mudança na S-Works Epic AXS é tão rápida e precisa como a própria bicicleta.

Os percursos de provas evoluíram nos últimos anos. São mais técnicos, mais íngremes e simplesmente mais desafiantes para pedalar. Mas em vez de isso nos deixar a tremer, vimos isto como uma oportunidade para fazer algo especial – algo que tanto os atletas do World Cup como os atletas de XC podem sentir instantaneamente os benefícios.

Olhamos para a soma das partes que fazem com que uma bicicleta seja melhor, como o ângulo do tubo de direção, o stack, o reach, o comprimento das escoras, o offset da suspensão dianteira, etc., e reavaliamos tudo. Aumentar o reach tornou a bicicleta mais estável em velocidade e geralmente mais confortável de pedalar. Espigões de selim telescópicos? Sim, também podem ser montados, e não apenas as opções curtas para XC, mas também os de comprimento total que se encaixam nos espigões de selim de 30,9 mm. Ângulo de direção? Neste caso fomos mais relaxados, mas não sem avaliarmos o conjunto no que diz respeito à da bicicleta. Tudo agora se conjuga num offset customizado, em que a forqueta de 42mm funciona em perfeição com o ângulo de direção para que se comporte bem nas curvas apertadas e em switchbacks.

Vamos agora ter atenção à redesenhada tecnologia Brain – o Brain 2.0. O Brain mudou a forma como o mundo das bicicletas olhava para a suspensão, tanto nas suas ineficiências quanto nos seus benefícios. E não deixou ninguém indiferente. Ganhou provas e foi um marco como um verdadeiro líder em inovação e desenvolvimento de suspensões, mas sabíamos que poderíamos melhorar.

A nova Epic também recebe uma grande atualização no que diz respeito à rigidez. Os tubos Rider-First Engineered ™ colocam complexas peças de carbono em todos os lugares certos, o que aumenta a rigidez na frente para uma grande melhoria na qualidade e controlo da bicicleta. Em conjunto com estas melhorias, cada tamanho de quadro possui tubos de tamanhos específicos que resultam na bicicleta XC mais rápida e melhor que já desenvolvemos até hoje – independentemente do tamanho do quadro.

E, quanto à rigidez, a tecnologia Brain e a geometria são sempre bem-recebidas, mas sabemos o que estás a pensar, “Então e o peso?” Ainda bem que perguntas. Com o objetivo de tornar a nova Epic a bicicleta de XC mais rápida que já fizemos, o peso estava no topo da nossa lista de prioridades. Começamos com um layout de quadro eficiente e formato dos tubos que apresentam guias internas de cabos de forma bastante limpa, canais integrados através da extensão do amortecedor, tubos retos com menos curvas e perfis de torção otimizados em cada secção. E se fores curioso, esta poupança de peso equivale a descartar o peso da escora traseira e a extensão do amortecedor da anterior Epic – cerca de 350 gramas.

Para este modelo S-Works AXS, não poupámos na despesa com a montagem, por isso apresentamos uma suspensão RockShox SID World Cup com Brain Fade, a nova transmissão eletrónica sem fios SRAM XX1 Eagle AXS, poderoso travões SRAM Level Ultimate, e as ultraleves rodas Roval Control SL construídas à mão.

Sabe mais sobre a nova EPIC AQUI

Skills

Posted on

May 21, 2019